pessoa em contato com outras pessoas

Para tentar evitar ou amenizar o problema, uma dica é cadastrar cada cliente. Conhecendo cada um é possível fazer vendas mais conscientes e fugir de contratempos. Para isso, é fundamental manter os dados sempre atualizados, inclusive com o histórico de compras e pagamentos. Essa é uma forma de fugir de maus pagadores.

Se possível, facilite o pagamento, mesmo que isso signifique acréscimo de taxas para a empresa. Eduque os clientes para aderirem a essas novas formas. E lembre-se que o profissionalismo vale também para amigos e familiares. 

Outra dica é consultar os órgãos de proteção ao crédito. Essa prática pode oferecer mais segurança nas vendas, principalmente a prazo.

Busque referências comerciais

Não sinta vergonha de buscar referências comerciais. Mas atenção! Mesmo que a relação do cliente com outro empresário seja boa, isso não significa que é uma regra e vai valer pra você. Fique de olho!

Para facilitar, crie uma agenda de cobrança. Recebemos muitas informações diariamente e não é difícil alguma situação acabar caindo no esquecimento. Por isso, anote as datas de vencimento e os valores. Pode ser que seu cliente simplesmente tenha deixado passar a data e você pode lembrá-lo. 

Não tenha medo de ser assertivo na cobrança. O cliente precisa sentir firmeza e seriedade, mas sem perder a cordialidade. Defina em quais meios você vai estabelecer contato e não desrespeite o Código de Defesa do Consumidor. Pode ser por mensagem de texto, uma ligação, e-mail ou carta. 

Tenha o cuidado de não criar uma situação desagradável para o cliente. Procure ser amistoso e ouvir o que ocasionou o atraso no pagamento da dívida e o que pode ser feito para evitar que a situação se repita.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>