Coluna das CDLs - Jornal A TRIBUNA - 13 de dezembro de 2012

Campanha de Recuperação de Crédito é um sucesso

O "Feirão Recupere Seu Crédito" foi um sucesso. Cerca de 10 mil pessoas foram atendidas pelas CDLs (Câmaras de Dirigentes Lojistas) no balcão de consultas do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), além das 7.100 renegociações de dívidas feitas com as empresas parceiras da campanha. Esse número deve crescer ainda mais com os clientes que não fecharam o acordo durante o evento, mas que tendem a fazê-lo posteriormente, diretamente com os credores. 

Com o objetivo de incentivar os consumidores com contas atrasadas a renegociarem e pagarem seus débitos, o evento foi promovido pelas CDLs de Vitória, Serra, Vila Velha e Cariacica, entre 4 e 8 de dezembro, num hotel no Centro de Vitória. Segundo o gerente operacional da CDL e SPC de Vitória, Geraldo Calenzani, o número de acordos no Feirão foi o dobro do ano passado, quando cerca de 3.500 pessoas negociaram suas dívidas. 

Para estimular o público, foram oferecidas condições especiais de quitação das dívidas, com descontos, redução de juros e parcelamentos, entre outras opções. Participaram bancos, financeiras, lojas, empresas fornecedoras de água e energia, faculdades, entre outros. Cada empresa montou seu ponto de atendimento para a renegociação com inadimplentes. O Feirão aconteceu pelo segundo ano consecutivo. Ele é realizado no período de pagamento do 13º salário para incentivar os devedores a liquidarem suas dívidas e a se habilitarem para as compras de Natal.

Empresas superam expectativas

Entre as empresas participantes do Feirão, o clima era de otimismo com os resultados que superaram as expectativas. Segundo o gerente de filial de manutenção e recuperação de ativos da Caixa Econômica Federal, Antenor de Souza Moreira, o percentual de acordos se aproximou de 90%. "Foi a primeira vez que a Caixa integrou a campanha e ficamos bastante contentes", afirmou. Também para o gerente-geral de recuperação de ativos do Banestes, Vicente Lopes Duarte, a quantidade e a qualidade das negociações foram muito satisfatórias. Participando pela segunda vez do Feirão, Duarte informou que o resultado foi 70% maior do que no ano passado.

De acordo com a gerente de cobrança do Grupo Dadalto, Danielle Freitas, o resultado foi acima do esperado. "Traçamos uma meta de recuperação para cinco dias e no terceiro já tínhamos batido", observou. Para ela, a empresa conseguiu alcançar um público que não atinge com facilidade por contato telefônico. Além disso, a gerente destacou que os clientes já foram ao Feirão predispostos a negociar, o que facilitou as negociações.

Impostos em notas fiscais

A lei 12.741, que obriga a informação dos impostos incidentes sobre produtos e serviços nas notas fiscais, foi sancionada e publicada no Diário Oficial da União pela presidente Dilma Rousseff no dia 10 de dezembro. A lei é resultado de uma ampla mobilização popular reivindicando transparência da carga tributária incidente sobre as mercadorias. 

A campanha colheu mais de 1,5 milhão de assinaturas em todo o país solicitando ao Congresso Brasileiro uma lei específica, que foi aprovada pela Câmara Federal, Senado e, agora, sancionada pela Presidência da República. A lei entra em vigor seis meses após a publicação no Diário Oficial. Dos vários tributos previstos, a presidente vetou as informações sobre Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). 

Os impostos que deverão ter seus valores discriminados nas notas fiscais são: ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados), IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras), PIS (Programa de Integração Social), Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) e Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico). 

Procure a CDL de seu município, conheça, participe e fortaleça a sua entidade.

Envie sugestões de tema para esta coluna para:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.