Evair de Melo se reúne com comerciantes para discutir execução do Projeto Cidade Inteligente em Cariacica

Evair de Melo se reúne com comerciantes para discutir execução do Projeto Cidade Inteligente em Cariacica

Parlamentar destinará R$1,5 milhão para a implantação de Tecnologia e comunicação na Avenida Expedito Garcia

Sustentabilidade, melhoria na qualidade de vida, redução de custos de infraestrutura e uso estratégico dos serviços de informação e comunicação no planejamento e gestão urbana, aperfeiçoando respostas às necessidades sociais e econômicas da sociedade. O que durante muito tempo foi considerado uma utopia, se tornou um projeto cada vez mais próximo da realidade dos brasileiros: as cidades inteligentes.

Visando a implantação deste sistema urbano otimizado no Espírito Santo, o deputado federal e vice-líder do governo na Câmara, Evair de Melo, se reuniu na manhã desta segunda-feira (5) com membros e representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cariacica (CDL Cariacica). O tema central do debate foi a implantação de tecnologia e sistemas de comunicação na principal via da cidade, a Avenida Expedito Garcia. Estiveram presentes na reunião o presidente da CDL, Agostino Cremonini e o presidente do Sindilojistas de Cariacica, José Antonio Pupim, além de lojistas e outras lideranças da região. 

Na ocasião, o parlamentar oficializou o repasse no valor de R$ 1,5 milhão para a Prefeitura Municipal de Cariacica, para a viabilizar a execução do projeto. Evair de Melo ainda se comprometeu a aumentar o valor do montante, caso seja necessário para que o projeto seja efetivado. “Mais uma vez, reafirmo meu compromisso com todos os cidadãos de Cariacica e todos os capixabas! Seguirei lutando pelo desenvolvimento de cada município do estado, levando cada vez mais facilidade e qualidade de vida aos moradores da nossa terra”, declarou.

O valor destinado já havia sido anunciado em junho, através das redes sociais do deputado federal. Dias depois, o presidente da ABDI Igor Calvet, a presidente da Findes, Cris Samorini e o Vereador Renato Machado, de Cariacica, se reuniram para discutir o projeto e agradecer a destinação feita por Evair de Melo. “Cariacica tem muito potencial de crescimento. E através dessa parceria com a ABDI, trazida pelo deputado federal Evair de Melo com certeza viveremos uma experiência de grande aprendizado para o município, que terá mais tecnologia, mais infraestrutura e se tornará ainda mais conectado”, declarou Samorini.

Durante a reunião, lojistas do município se manifestaram sobre o projeto

 “É uma oportunidade de pensar o futuro, mas, um futuro real, uma tecnologia que está ao nosso lado”. Este é o relato de Tito Carvalho, que atua como arquiteto e urbanista. Durante a reunião sobre a implementação do projeto cidade inteligente na Avenida Expedito Garcia, comerciantes e representantes do terceiro setor manifestaram suas opiniões e demandas acerca da iniciativa, que recebeu diversos elogios e contribuições. “Nós fizemos vários debates sobre o futuro da avenida Expedito Garcia, e havia uma dificuldade ao olhar para frente e imaginar o que viria, o que seria realmente mais qualificado — porque nosso maior debate eram os problemas atuais. Então, deputado, a oportunidade que o senhor está dando é de pensar no futuro de forma antecipada, pensar no futuro a partir da tecnologia que virá a ser instalada, com o tempo de amadurecimento, mas com um retorno rápido”, completou Carvalho.

Waldês Calvi, presidente do sindicato atacadista de alimentos do estado, também parabenizou Evair de Melo pela atuação no projeto. “Somos carentes de estrutura e infraestrutura. Campo Grande tem um movimento muito grande, uma movimentação muito grande de pessoas, mas ao mesmo tempo precisamos de soluções para adequação de todos e que isso gere mais desenvolvimento”, declarou.

O projeto de tecnologia também recebeu contribuições de jovens empreendedores da região. Erick, que é lojista do Superatacado e presidente da CDL Jovem de Cariacica, relatou a dificuldade de acesso à internet na sua loja, que fica localizada na Expedito Garcia. “Tive que jogar um acesso por cima do prédio, porque a própria fiação não podia passar por baixo, mostrando dessa forma como Campo Grande é extremamente tradicional. Precisamos dessa tecnologia, precisamos de interação, porque vai nos aproximar cada vez mais dos nossos clientes. Em outras reuniões conversamos sobre os grandes pontos comerciais no entorno que já vem com um pensamento diferente, concorrendo com a Expedito Garcia. E nós temos que estar páreo com a nossa concorrência, porque quanto mais movimentamos o município, mais ele cresce e se desenvolve.”, contou.

Subsecretário de tecnologia e informação de Cariacica, Teófilo Teixeira Dias reiterou os impactos da Transformação Digital, movimento mundial em expansão. “Estamos passando por um movimento mundial denominado de ‘Transformação Digital’, que resume o que todo mundo disse aqui, que é tornar aquilo que é analógico para digital, porém tem uma diferença muito grande, porque não é só entregar aplicativo e fibra ótica, é incluir, é a inclusão social. A Transformação digital engloba tudo isso, é pegar a pessoa que não sabe usar de um aplicativo e conseguir fazer com que ela entenda e use-o de forma clara e fácil, porque os nossos consumidores que utilizam tudo é analógico, continuarão só que uma forma digital, então temos toda uma linha de crescimento para que isso se torne realidade e atinja a todos. Isso é um passo importante para que a gente consiga crescer e trazer competitividade aos nossos negócios. E percebemos que a tecnologia é o caminho, a administração pública tem que se aproximar desse lado, seja ele quem for, pessoa física ou jurídica”, explicou.

Messias Donato, secretário de governo do município de Cariacica, também agradeceu a atuação de Evair de Melo na qualidade de deputado federal. “O deputado Evair de Melo tem sido um parceiro nosso, tem desde o início se colocado à disposição do prefeito Euclério Sampaio, sendo um dos únicos da Bancada Federal a fazer isso. E eu me recordo de quando o prefeito Euclério assumiu e o senhor foi o primeiro deputado federal que bateu na porta do gabinete colocando seu mandato à disposição para a população de Cariacica, e isso para nós foi de uma alegria muito grande.” O secretário também reiterou a importância da aliança entre as autoridades para o desenvolvimento do município. “Cariacica tem uma das menores rendas per capitas do Espírito Santo, e precisamos muito dessa união, e a interlocução do deputado Evair com Brasília e conosco é uma aliança necessária. Nosso subsecretário de Tecnologia e Informação nos deu uma síntese daquilo que representa a tecnologia, e o deputado disse com tanta propriedade e clareza que nos fez entender de forma simples a importância desse projeto e o que trará de benefícios para nós”, completou.

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Mais para explorar

FCDL-ES lança campanha de prevenção à Covid-19

FCDL-ES lança campanha de prevenção à Covid-19

Para marcar o início da campanha, será realizado em 52 cidades capixabas o “Dia D de Conscientização”.

Estratégias para conter o avanço do novo coronavírus no Espírito Santo fizeram com que o comércio precisasse fechar as portas em meio à quarentena imposta pela pandemia. Alguns estabelecimentos suspenderam o funcionamento por um período e outros não suportaram o impacto da crise e encerraram suas atividades definitivamente.

Com o objetivo de estimular o setor a superar esse momento desafiador, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Espírito Santo (FCDL-ES) desenvolveu a campanha “Quando você se cuida aí, nosso comércio abre as portas aqui”, que será lançada na próxima segunda-feira (14) e conta com o empenho de quem tem papel fundamental na retomada da economia: o consumidor.

“O comércio já foi fechado várias vezes e o impacto para a economia e toda a população foi muito grande. É hora de deixar as questões políticas de lado e unir toda a sociedade em torno da prevenção do contágio, enquanto a vacina não chega para todos. Essa campanha vai mobilizar lojistas, funcionários e toda a sociedade para que o comércio não precise fechar as portas novamente”, disse o presidente da FCDL-ES, Celso Costa.

Para marcar o início da campanha, será realizado em 52 cidades capixabas o “Dia D de Conscientização”, quando representantes das CDLs de cada localidade farão ações no comércio local, com distribuição de bótons e cartazes nas ruas e estabelecimentos. A ação terá início simultâneo às 10 horas.

A ideia é fazer um reforço, junto aos lojistas e seus funcionários, sobre todos os cuidados a serem tomados no ponto de venda para evitar a transmissão da doença e torná-los multiplicadores desse conhecimento. Todas as informações também estão disponíveis no site www.seucomercioseguro.com.br.

Em paralelo, inicia-se também uma grande campanha em TV aberta, rádios, outdoor, portais de notícias e redes sociais para conscientizar a população em geral sobre a importância de cuidados, como uso de máscaras, limpeza das mãos, além da necessidade de evitar aglomerações e manter o distanciamento social.

A campanha conta com a parceria do Sebrae, do Sicoob e da Unimed, que vão aumentar ainda mais a capilaridade dessa grande conscientização, já que estão presentes em alguns municípios onde não há uma Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

Entidades Ligadas ao Setor Produtivo se Unem Para Divulgar Linha de Crédito Estadual Para Empresários de Cariacica.

Entidades Ligadas ao Setor Produtivo se Unem Para Divulgar Linha de Crédito Estadual Para Empresários de Cariacica.

Diversas entidades do setor produtivo de Cariacica se uniram ao Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) e Prefeitura de Cariacica para promover, junto às empresas do município, a linha de crédito recém-lançada pelo Banco, com recursos do Fundo de Proteção ao Emprego, para socorrer empresas de portes diversos que enfrentam dificuldades financeiras neste período de pandemia da Covid-19.

A Associação Empresarial de Cariacica (AEC), a Câmara de Dirigentes Lojistas de Cariacica (CDL), o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Cariacica (Sindilojistas Cariacica) e a Federação das Associações de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado do Espírito Santo (Femicro-ES) são algumas das entidades que participam desta iniciativa.

“Neste período de dificuldades que todo o setor empresarial enfrenta, a AEC e demais organizações parceiras se colocaram à disposição para ser um canal de comunicação com o Bandes e os empresários que necessitam acessar à linha de crédito”, afirma Alexandre Schubert, presidente da AEC.

Em reunião, as entidades definiram que usarão seus canais de comunicação – site, rede social e assessoria de imprensa – para fazer com que esta importante informação chegue a todos os seus associados e empresas do município.

O Fundo de Proteção ao Emprego está disponibilizando recursos da ordem de R$ 250 milhões. A linha de crédito faz parte do Fundo de Proteção ao Emprego e foi criada pelo Governo do Estado do Espírito Santo. A contratação exige documentação simplificada, com financiamentos a juros reduzidos, corrigidos pela taxa Selic. A carência será de 12 meses e o prazo de pagamento de até cinco anos.

Para ter acesso à proposta de financiamento de crédito emergencial é necessário entrar no site do Bandes e fazer o pré-cadastro, seguindo o passo a passo que apresentamos a seguir:

Acesse: https://www.bandes.com.br/Site

  1. Na página inicial, clique em Fundo de Proteção ao Emprego / Conheça mais. Em seguida, clique novamente na aba correlacionada.
  2. Faça o download da proposta de financiamento, imprima e preencha as informações necessárias a partir da página 3. Importante ressaltar que o empresário deverá enviar apenas uma solicitação de financiamento por CNPJ.
  3. Envie o formulário e documentações solicitadas para o e-mail: emergencial@bandes.com.br

Formulário:

Após impressão do formulário, é necessário preencher alguns dados, como:

  • Dados da empresa (Razão Social, CNPJ) e contato de pessoa de referência para o atendimento;
  • Quadro Cadastral para relacionar sócio e cônjuge, bem como participação na empresa;
  • Regularidade da empresa (anexar certidão negativa previdenciária, alvarás e licenças solicitadas);
  • Estrutura Administrativa e Organograma (tipo de administração, número de colaboradores atuais e projetados, etc);
  • Situação econômico-financeira (anexar as três últimas demonstrações contábeis e o balancete mais recente, com defasagem mínima de 90 dias, ou extrato do Simples);
  • Empresas optantes pelo Simples deverão apresentar extrato e também preencher quadro com projeção de resultados e capacidade de pagamento;
  • Descreva objetivos e como a pandemia impactou seu empreendimento (redução de receita, aumento de despesas, etc.);
  • Descreva Aspectos de Mercado (clientes e análise concorrencial) e Garantias (reais e pessoais);
  • Assine e envie para o e-mail: emergencial@bandes.com.br

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Federação De Lojistas Do ES Se Manifesta Contra “Quarentena” De Casagrande.

Federação De Lojistas Do ES Se Manifesta Contra “Quarentena” De Casagrande.

FCDL-ES é a favor da abertura do comércio, respeitando as normas de prevenção ao COVID-19. O posicionamento foi emitido em nota hoje à noite pelo seu presidente, Celso Costa (foto).

O Presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Espírito Santo (FCDL-ES), Celso Costa, assinou nota da entidade ,hoje, 19, para repudiar o fechamento do comércio pelo decreto do governador Renato Casagrande (PSB) “porque representará a falência de estabelecimentos com aumento do desemprego”, acentuou.

Celso Costa, na manifestação oficial da FCDL-ES, lembra que o comércio é quem move a economia do Estado e sempre praticou todos os protocolos e que o setor não é propagador do vírus. Ressalta que o estado falha no método, pois os trabalhadores que lotam os transportes coletivos levam o vírus, justamente, para quem fica em casa.

“O comércio de nosso Estado tem consciência de sua importância para o Estado e espera que o Estado também saiba desta importância, não só na hora de ser eleito como peça principal para a contenção do COVID-19, mas também, que precisa da atenção estatal com alguma contrapartida para minimizar as perdas enfrentadas com a pandemia” , frisa Celso Costa


NOTA OFICIAL DA FCDL-ES

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Espírito Santo, FCDL-ES, vem a público se manifestar acerca da “quarentena” decretada pelo Governo Estadual, o que nos seguintes termos:

É de conhecimento geral que o comércio é o maior empregador em nosso Estado. Também não é nenhuma novidade que o comércio vem seguindo rigorosamente os protocolos de saúde pública determinados pela Organização Mundial de Saúde- OMS, garantindo, assim, o funcionamento de suas atividades de forma segura e consciente.

“Portanto, somos contrários ao fechamento do comércio como forma mais eficaz de evitar o avanço da pandemia. Tal medida só contribuirá para o agravamento da crise econômica do nosso Estado e consequentemente para a quebra de alguns estabelecimentos e o aumento do desemprego”.

Entendemos que se toda a máquina pública, agora utilizada para fiscalização do comércio, fosse voltada para combater as aglomerações desnecessárias, não chegaríamos ao estágio atual. Faz-se aqui algumas indagações: Onde o risco de contaminação o é maior: no comércio onde as pessoas utilizam máscaras, onde existe álcool gel para higienização das mãos, onde é limitado o número de pessoas a serem atendidas, onde existem as marcações de distanciamento ou no transporte público, onde os veículos andam superlotados, onde não é respeitado o uso de máscaras. De que adiantam as pessoas não saírem de casa e obedecerem as normas se o empregado, se a empregada doméstica, enfrentam os ônibus superlotados e podem transmitir o vírus para quem está sem sair de casa? Será que se a máquina pública: Defesa Civil, Policia Militar, Guarda Municipal, fiscalização estadual e municipal voltassem seus esforços para evitar a superlotação no transporte público o efeito não seria mais satisfatório?

O comércio de nosso Estado tem consciência de sua importância para o Estado e espera que o Estado também saiba desta importância, não só na hora de ser eleito como peça principal para a contenção do COVID-19, mas também, que precisa da atenção estatal com alguma contrapartida para minimizar as perdas enfrentadas com a pandemia.

Enfim, tudo que o comércio quer é trabalhar, produzir, pagar seus impostos, manter seus empregados e sobreviver dignamente, mas para isto é primordial que possa manter as portas abertas.

CELSO LUIZ COSTA

Presidente da FCDL-ES

Presidente CDL Cachoeiro

 

Fonte: Folha do ES

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Receba nosso conteúdo no seu e-mail

O seu e-mail não será divulgado e nem repassado para terceiros.

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

© 2021 CDL Cariacica • Todos os direitos reservados.

Desenvolvido com ❤ por

Aprovado Projeto de Lei que beneficiará empresas com incentivos fiscais.

Aprovado Projeto de Lei que beneficiará empresas com incentivos fiscais.

Por Tatiana Moura, postado em 12/03/2021
Fotos Divulgação/ PMC
A Câmara de Vereadores aprovou, nesta sexta-feira (12), e o Executivo Municipal sancionará, o Projeto de Lei nº 010, que criou a Lei de Incentivo Fiscal. A lei concederá incentivos fiscais às empresas que queiram se instalar no município e àquelas já instaladas que querem expandir suas atividades. Os benefícios serão incluídos no Plano Plurianual e na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Os incentivos fiscais que serão concedidos pelo município serão limitados em até 90% do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), não podendo esse benefício resultar em alíquota inferior a 2% a contar do deferimento do benefício; 90% do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU); 50% do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI); 50% no valor da Taxa de Fiscalização Anual para Funcionamento a contar do deferimento do benefício; isenção da Taxa de Aprovação de Projetos entre outros.

Poderão pleitear os benefícios empresas que contemplem a implantação ou ampliação de plantas empresariais que se proponham a gerar postos de trabalho e renda para o município e que cumpram duas condições: preencham os postos de trabalho, diretos ou terceirizados, tanto na implantação quanto na operação do projeto de investimento aprovado, priorizando a contratação de moradores da cidade, em quantidade igual ou superior a 50% do total de empregados a serem contratados.

Outro requisito é possuir domicílio fiscal no município, realizando o faturamento da atividade a partir deste local. Vale ressaltar que cada empresa poderá ser contemplada com mais de um incentivo e elas poderão indicar os benefícios de preferência.  

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, Armando Garcia, afirma que esse era um anseio antigo dos empresários.

“Com esta lei, Cariacica objetiva atrair novos negócios, fomentar a economia local, aumentar o número de empregos e ser referência no desenvolvimento  econômico do Espírito Santo. Essa sempre foi uma demanda pleiteada pelos investidores e o prefeito entende ser uma pauta relevante para o crescimento do município”, assinala.

Requerimento

As empresas interessadas devem apresentar requerimento justificado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo (Semdecit). Confira no link abaixo a relação de documentos que devem ser apresentados.

O Conselho Municipal de Incentivos Fiscais, por meio de parecer conclusivo, será responsável pela verificação e análise do preenchimento dos requisitos legais e atendimento aos critérios estabelecidos, podendo estipular critérios para a avaliação do percentual das isenções a serem concedidas.

Os incentivos serão regulamentados e, após serem analisados, deverão ser homologados e concedidos por decreto, publicado no Diário Oficial. O prazo de vigência dos incentivos fiscais previstos na lei não poderá ser superior a 10 anos.  

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Receba nosso conteúdo no seu e-mail

O seu e-mail não será divulgado e nem repassado para terceiros.

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

© 2020 CDL Cariacica • Todos os direitos reservados.

Desenvolvido com ❤ por

Semana Brasil já está disponibilizando as Artes da Campanha

Semana Brasil já está disponibilizando as Artes da Campanha

O site oficial da Semana Brasil 2020 oferece material de divulgação para os empresários customizarem lojas e redes sociais

Com início marcado para o dia 3 de setembro, a Semana Brasil 2020 promete unir empresários de todo o país em uma ação com descontos especiais. Para isso, o governo disponibilizou aos empresários interessados em aderir ao projeto as campanhas e todo o material de divulgação necessário para customizar as lojas participantes. Além disso, o empresário encontra as artes para divulgação em sites, redes sociais e e-commerce.

No site www.participesemanabrasil.com.br estão disponibilizadas mais de 12 opções de campanhas, com as artes oficias do projeto para download, além de vinhetas, opção de personalização com a marca da empresa interessada e temas promocionais.

Criada para aliar o espírito patriótico da semana de 7 de setembro com incentivos e descontos para pequenos, médios e fortes comerciantes, a Semana Brasil de 2020 já contava com a adesão de 83 associações do comércio varejista em seu lançamento, no dia 4 de agosto.

Gigantes do comércio de diferentes setores, como alimentação, eletrônicos e eletrodomésticos, computadores, móveis, produtos de higiene e limpeza, cosméticos, alimentação e material esportivo aderiram à campanha e devem participar contribuir para o acúmulo das vendas e a circulação da economia. A campanha ocorre entre os dias 03 e 13 de setembro, e deve mobilizar significativo parte do setor.

Criada originalmente pela Secretaria de comunicação do Governo Federal (Secom) em 2019, a semana Brasil será coordenada este ano pela instituição para Desenvolvimento do mercado (IDV). Segundo números levantados pela Ebit/Nielsen, o aumento em transações online durante o evento no ano passado foi de 41%. “Estamos mobilizando todo a batida para buscar as melhores formas de viabilizar as ações promocionais. Esta é uma ação plenamente suprapartidária, que trará benefícios para a economia do país como um todo”, afirma o conselheiro do IDV, Marcos Gouvêa de Souza.

O slogan da campanha de 2020 é “Todos juntos com segurança pela reconquista e o emprego”, e a iniciativa foi pensada para ser a primeira data comemorativa da varejadura após a reabertura do comércio, que sofre restrições desde março.

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Assine a nossa newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

© 2020 CDL Cariacica • Todos os direitos reservados. 

Desenvolvido por:

O Novo Normal Num Brasil Mais Digital

O Novo Normal Num Brasil Mais Digital

Certificação Digital diminui burocracias com segurança aos consumidores e empresas

Por meio da Medida Provisória 951/2020 do Governo Federal, a validação das emissões dos certificados digitais passou a ser realizada via videoconferência durante a pandemia da Covid-19. Cidadãos e empresas que desejarem ter o seu certificado digital podem obtê-lo sem a necessidade de sair de casa.

Quando observamos tudo que vem acontecendo, obviamente lamentando a tragédia causada pela pandemia, é perceptível que estamos experimentando novas formas de fazer as coisas que fazíamos antes, apenas de uma forma diferente, é o que chamam de “novo normal”.

Nos últimos quatro meses passamos por enormes avanços e transformações na sociedade, apoiados, principalmente, por tecnologias que já estavam ao nosso alcance. As pessoas e as empresas passaram a se relacionar de forma intensa pelos aplicativos de videoconferência e mensagens; empresas aderiram ao home office e ao comércio eletrônico; passamos a ter acesso à saúde por telemedicina; negócios sendo realizados por contratos eletrônicos, enfim, é provável que muitos anos tenham sido adiantados no que diz respeito ao processo de transformação e inclusão digital.

É compreensível que todas essas mudanças gerem certa insegurança sobre como conviver com esse novo ambiente mais digital, no entanto, no Brasil, a tecnologia da certificação digital, que ficou de certa forma adormecida ou com pouca evidência, agora tem feito cada vez mais parte do nosso dia-a-dia.

Para quem está embarcando nessa tecnologia, cabe esclarecer que se trata de uma forma de realizar transações no mundo digital de forma muito segura e confiável. Toda vez que alguém utiliza seu certificado digital para interagir virtualmente, garante-se saber exatamente quem está do outro lado do computador ou do smartphone graças aos procedimentos utilizados para fornecer a qualquer cidadão ou empresa sua identidade digital.

Com absoluta certeza, o “Brasil mais digital” chegou para ficar e passaremos a experimentar um mundo com menos burocracias e menos filas para consultar uma simples informação, por exemplo. Teremos um país mais produtivo e eficiente certamente.

A certificação digital está prevista nas legislações brasileiras e garante a segurança jurídica para digitalização de uma série de negócios feitos no ambiente físico. Com essa tecnologia, não há necessidade de reconhecer firma em um cartório, as empresas podem assinar documentos, contratos, realizar novos negócios com máxima confiança e segurança. As pessoas podem fazer uma compra com uma identificação segura, pois quem usa um certificado digital está identificado de forma unívoca em tudo aquilo que faz na Internet.

Para conhecer mais esse mundo da certificação digital, fale com o SPC Brasil vinculado a  CNDL, uma das maiores autoridades nesse assunto, e com as Câmaras de Dirigentes Lojistas pelo Brasil.

A certificação digital do Brasil é uma das melhores do mundo e é motivo de muito orgulho para nosso país e todos precisam saber disso!

Renato Pavone – Gerente de Novos Negócios do SPC Brasil

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Assine a nossa newsletter

Receba atualizações e aprenda com os melhores

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

© 2020 CDL Cariacica • Todos os direitos reservados. 

Desenvolvido por:

Nova Portaria apresenta medidas de segurança e prevenção para ambientes de trabalho

Notícias

Medidas da Portaria nº 20 visam preservar segurança e saúde de trabalhadores, empregos e atividade econômica em meio a pandeia da Covid-19

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho publicou na última quinta-feira (18), em conjunto com o Ministério da Saúde, Portaria com medidas de prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da Covid-19 em ambientes de trabalho que deverão ser seguidas por organizações. O objetivo é preservar a segurança e a saúde de trabalhadores, empregos e atividade econômica. As medidas, entretanto, não se aplicam aos serviços de saúde, já que esse possuem normas específicas.

O texto do normativo esclarece ainda que o ato não determina a abertura de estabelecimentos e nem desautoriza o descumprimento das normas regulamentares de saúde e saúde dos trabalhadores, sanitárias e regulamentos dos Estados, Municípios e do Distrito Federal.

Principais Medidas

  • Estabelecer e divulgar orientações ou protocolos com a indicação das medidas necessárias para prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da COVID-19 nos ambientes de trabalho;
  •  A organização deve afastar imediatamente os trabalhadores das atividades laborais presenciais, por quatorze dias, em casos suspeitos e confirmados da covil-19;
  • A organização deve estabelecer procedimentos para identificação de casos suspeitos;
  • Triagem na entrada do estabelecimento em todos os turnos de trabalho, podendo utilizar medição de temperatura corporal por infravermelho ou equivalente, antes que os trabalhadores iniciem suas atividades, inclusive terceirizados;
  • Todos trabalhadores devem ser orientados sobre a higienização correta e frequente das mãos com utilização de água e sabonete ou, caso não seja possível a lavagem das mãos, com sanitizante adequado para as mãos, como álcool a 70%;
  • A organização deve adotar medidas para aumentar o distanciamento e diminuir o contato pessoal entre trabalhadores e entre esses e o público externo, orientando para que se evitem abraços, beijos, apertos de mão e conversações desnecessárias;
  • Medidas de Higiene, ventilação, limpeza e desinfecção dos ambientes;
  • Equipamentos de Proteção Individual – EPI e outros equipamentos de proteção;
  • Implantar procedimentos para comunicação, identificação e afastamento de trabalhadores com sintomas da COVID-19 antes do embarque no transporte para o trabalho, quando fornecido pelo empregador, de maneira a impedir o embarque de pessoas sintomáticas, incluindo eventuais terceirizados da organização de fretamento.

Observações

Esta Portaria produz efeito na data da sua publicação até o término da declaração de emergência;

Passará a ter efeito em 15 dias o item 7.2 – máscaras cirúrgicas ou de tecido devem ser fornecidas para todos os trabalhadores e seu uso exigido em ambientes compartilhados ou naqueles em que haja contato com outros trabalhadores ou público.

Fonte: https://site.cndl.org.br/

Empresa

Newsletter

© 2020 CDL Cariacica • Todos os direitos reservados. 

Desenvolvido por:

Marketing digital: 7 dicas para se recuperar da crise

O período de quarentena decretado como medida de contenção da pandemia do novo coronavírus no Brasil teve, e ainda está tendo, grande impacto na saúde financeira das empresas, especialmente as micro e pequenas dos segmentos de comércio e serviços, que foram obrigadas a fechar suas portas. Como única saída para salvar seus negócios, milhares de empresários tiveram que recorrer à digitalização e ao incremento dos seus serviços.

De fato, nesse momento, e talvez para sempre, conectar-se aos clientes nunca foi tão importante. Nesse cenário, o marketing digital ganha papel preponderante com suas estratégias que ajudam a conectar negócios ao público alvo.

Com experiência no atendimento de mais de 13 mil pequenas e médias empresas, a plataforma de tecnologia e inteligência aplicada ao marketing digital Reach PME listou seis dicas essenciais para sua empresa se recuperar da crise usando as estratégias digitais. Confira!

1) Não interrompa bruscamente suas campanhas de marketing digital

As plataformas de anúncios trabalham por meio de algoritmos, que vão ganhando mais eficiência com o tempo, a partir da tecnologia de aprendizagem de máquina. “Ao interromper uma campanha, o Google e o Facebook (os principais publishers) perdem todo o histórico adquirido. Ao retomar a campanha, o algoritmo desses publishers pode levar até três meses para ter um pico de entrega novamente”, explica a gerente de atendimento da Reach, Paula Lopes.

2) Aproveite os preços mais baixos

Um estudo elaborado pela Social Bakers mostra uma queda significativa no valor do Custo por Clique (CPC) e Custo por Mil Impressões (CPM) – duas das principais métricas e parâmetros para cobrança dos anúncios em campanhas digitais – em todas as regiões e setores do mundo, desde o início do período de quarentena. Como muitas marcas estão reduzindo o investimento em campanhas e a demanda pelo consumo online aumentou com o maior número de pessoas em casa, os lances dos leilões estão mais baratos.

3) Aproveite as ferramentas gratuitas

O Google disponibiliza o Google Meu Negócio, uma plataforma gratuita que possibilita que você gerencie a presença on-line da sua empresa no Google, inclusive na Pesquisa e no Maps. Essa é a hora de fazer uma boa revisão da página do seu negócio, atualizando e incluindo as informações para que o cliente final o encontre facilmente, já que a ferramenta possibilita integração com todos os canais de contato da sua empresa. Tudo ali, na palma da mão do seu cliente.

4) Procure projetos de apoio

Vários projetos de apoio estão facilitando a vida do pequeno empresário. A Reach PME também criou o marketplace solidário apoielocal.com.br. No portal, os profissionais autônomos poderão se  cadastrar  gratuitamente para ter sua própria página integrada ao Whatsapp e a uma linha telefônica inteligente, no sistema “ligue grátis”. Além disso, eles podem compartilhar os seus serviços para sua lista de contatos por meio de cartão de visitas virtual e criar campanhas de vendas por meio de cupons digitais e gift cards. Todas as interações são trackeadas por inteligência de monitoramento, o que possibilita otimização das ações. O projeto ainda permite que grandes empresas façam doações em dinheiro que serão revertidas em campanhas de marketing digital para os cadastrados.

5) Esteja pronto para receber o seu cliente

O seu site é a sua casa na internet e, portanto, também precisa estar organizado. Imagine se o seu cliente descobre o seu negócio pelas campanhas, mas ao pesquisar encontra páginas desatualizadas e que passam pouca informação para o momento. Da mesma forma, é importante que as suas páginas em redes sociais estejam em dia. Afinal, tudo conta para esse cliente multicanal e extremamente digital formar uma única percepção de marca e credibilidade.

6) Esteja pronto para atender o seu cliente

Canal preferido por 39% dos clientes, segundo estudo da Microsoft publicado em 2019, o telefone ganhou mais destaque no período da quarentena, voltando a fazer parte do percurso multicanal do cliente. Para essa plataforma, é fundamental estar disponível. Imagine que você preparou todo o caminho para o cliente te achar, ele bate à sua porta e aí… ninguém atende. Entre os clientes da Mob Call, plataforma de cloud contact center, só no mês de março, 15% das ligações recebidas não foram atendidas.

7) Invista na geração de leads

Em linhas gerais, leads podem ser definidos como pessoas ou empresas que entraram em contato com seus canais e têm potencial para se tornarem clientes. Mesmo que eles não fechem negócio agora, ter essa base de pessoas pode gerar resultados no médio e longo prazo. Uma das formas comuns de gerar leads é oferecer algo de valor, como um conteúdo, por meio de um cadastro. Se você tiver o contato dos clientes, será muito mais fácil construir o relacionamento.

Fonte: http://site.cndl.org.br/

Caixa e Sebrae criam linha de crédito de R$ 7,5 bi para micro e pequenas empresas com faturamento inferior a 360 mil ao ano

A Caixa Econômica Federal (Caixa) anunciou, hoje (20), um convênio com o Sebrae para oferecer crédito a micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais (MEI). A medida será operacionalizada por meio do Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), do Sebrae, e que oferece as garantias complementares.

A medida foi uma das demandas levadas pela CNDL ao governo federal em busca de apoio as micro e pequenas empresas com faturamento inferior a 360 mil ao ano, pelas quais ainda não tinham sido alcançadas pelas linhas de crédito anteriormente anunciadas, diante da crise causada pela COVID-19.

Para o presidente da CNDL, José César da Costa, anúncio da linha de crédito específico traz alívio ao setor, mas, precisa chegar com rapidez aos empresários, sobretudo aos micro e pequenos negócios, que representam mais de 90% das empresas do país.

“As medidas precisam chegar na ponta, principalmente aos micro e pequenos empresários. Ações importantes têm sido anunciadas, mas o empresário está aflito sem saber como e quando essa ajuda do governo vai chegar. Celeridade nesse momento é fundamental para a manutenção das empresas e de postos de trabalho”, destaca Costa.

De acordo com a Caixa, os empresários terão prazo de carência de até 12 meses para começar a pagar com taxas até 41% menores que as usuais do banco.
O microempreendedor individual poderá contratar até R$ 12,5 mil, com carência de 9 meses e prazo de amortização de 24 meses. A taxa de juros será de 1,59% ao mês.

Já as microempresas poderão contratar até R$ 75 mil, com carência de 12 meses e prazo de 30 meses. A taxa será de 1,39% ao mês.

As empresas de pequeno porte poderão contratar até R$ 125 mil, com carência de 12 meses e prazo de 36 meses. Os juros serão de 1,19% ao mês.

Segundo o presidente do Sebrae, Carlos Melles, a oferta de crédito pode atingir 42 milhões de pessoas. As micro e pequenas empresas e MEI interessados no acesso aos recursos devem acessar o portal da Caixa para manifestar o interesse.

“Vamos fazer um crédito assistido, que vai ser acompanhado administrativamente pelo Sebrae e pela Caixa Econômica”, disse Melles.

Como solicitar o crédito? CLIQUE AQUI e descubra!

Fonte: http://site.cndl.org.br/