BLACK FRIDAY 2021 PROMETE MOVIMENTAR AS VENDAS DO COMÉRCIO EM 57%

BLACK FRIDAY 2021 PROMETE MOVIMENTAR AS VENDAS DO COMÉRCIO EM 57%

É o que aponta pesquisa Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL)

A Black Friday 2021 deve aquecer as vendas do comércio da Serra e do Espírito Santo em quase 60%. A expectativa é da Câmara de Dirigentes Lojistas da Serra (CDL- Serra), após publicação de pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com a Offer Wis. O levantamento, feito em âmbito nacional, aponta que 57% dos consumidores pretendem fazer compras na Black Friday.

De acordo com pesquisa realizada pela CoPesquisas, os consumidores desejam comprar três produtos, gastando R$ 1.118 na data. Sapatos, roupas e eletrodomésticos estão entre os itens com maior expectativa de compra. Ainda segundo a pesquisa, 70% dos consumidores acham que é uma boa hora para comprar coisas que precisam a um preço mais baixo (70%). Já 38% dos entrevistados pretendem aproveitar o preço para antecipar as compras de Natal e 19% querem aproveitar as promoções, mesmo que não estejam precisando de nada no momento.

Em contrapartida, 29% dos consumidores só pretendem adquirir algum produto se as ofertas realmente valerem a pena. Somente 14% não pretendem participar, principalmente porque estão sem dinheiro (29%), estão desempregados (21%) e porque acreditam que o momento econômico não é favorável (18%).

A pesquisa aponta que a população está atenta às promoções, uma vez que 88% afirmam que pretendem fazer pesquisa de preço antes de comprar na Black Friday, sendo os principais motivos: confirmar se os preços estão realmente na promoção (55%) e escolher as lojas com os melhores preços (33%).

Os principais locais de pesquisa de preços são: sites das lojas que costumam comprar (55%), sites/aplicativos de comparação de preços (52%) e em sites de busca (43%). Em média, os consumidores esperam encontrar descontos de 42% nos produtos ofertados.

Sete em cada dez consumidores que pretendem comprar na Black Friday (75%) dizem que estão evitando algum tipo de compra em outubro ou novembro para poder aproveitar a data, sendo os principais itens: roupas, calçados e acessórios (25%), smartphones (20%) e eletrodomésticos (20%).

O diretor da CDL Serra, Samuel Valle, enumera as vantagens de uma iniciativa como a Black Friday para movimentar o comércio em um período de retração: “A Black Friday é muito importante porque gera confiança para os investidores e satisfação para a população e clientes. Além de contribuir para a melhoria da nossa economia. A CDL estimula a todos os empreendedores a participar”

ROUPAS, CALÇADOS E ELETRODOMÉSTICOS SERÃO OS ITENS MAIS PROCURADOS, E A INTERNET É O PRINCIPAL LOCAL DE COMPRA

A pesquisa aponta que os consumidores têm a intenção de adquirir em média 3 produtos durante a Black Friday. Cada consumidor deve gastar, em média, R$ 1.118 com as compras durante a promoção. Os produtos mais desejados pelos consumidores são: roupas (38%), calçados (29%), eletrodomésticos (27%), celulares/smartphones (24%), e artigos para casa (24%).

As principais formas de pagamento pretendidas são: cartão de crédito parcelado (45%), PIX (33%), dinheiro (32%) e cartão de débito (31%). Entre os que pretendem pagar de forma parcelada, a média será de 6 prestações.

A pesquisa também investigou os locais que os consumidores devem fazer as compras. As lojas online (82%) mantêm a preferência dos consumidores, sobretudo nos sites/aplicativos de varejistas nacionais (57%) e internacionais (34%). Apesar do destaque no meio online, uma parcela considerável dos entrevistados afirma que vai comprar em lojas físicas (47%), especialmente no shopping center (29%) e nas lojas de rua (23%).

A escolha do local de compra é feita levando em conta as lojas em que os consumidores já compraram anteriormente e ficaram satisfeitos (41%), o estabelecimento que oferece frete grátis (36%), aquele que oferece o menor valor (34%) e as lojas que oferecem um bom desconto adicional no boleto ou pagamento à vista (30%).

De acordo com o levantamento, 47% pretendem comprar seus produtos/serviços na semana da Black Friday, 19% no dia da Black Friday e 18% na primeira quinzena de novembro.

Mais da metade dos consumidores (55%) pretendem cadastrar seus dados em lojas participantes para receber ofertas com antecedência, já 14% pretendem madrugar na porta das lojas físicas e 40% pretendem passar a madrugada conectados na internet para garantir a compra dos produtos. 62% pretendem se manterem conectados na internet durante o período de trabalho para ficar sabendo das melhores ofertas.

Questionados sobre a experiência com a Black Friday 2020, 48% dos entrevistados compraram na Black Friday do ano passado. Entre estes 80% consideram que valeu a pena comprar na promoção. Em uma escala que vai de 1 a 10, em que 1 demonstra que o consumidor ficou muito insatisfeito e 10 que ficou muito satisfeito, a nota média atribuída para a Black Friday de 2020 é de 8.

A grande maioria dos consumidores (84%) não encontrou problemas nas compras realizadas. Porém, 14% tiveram problemas, especialmente a entrega fora do prazo (5%) e a não aplicação do desconto anunciado (4%).

Entre os que tiveram problema, 72% conseguiram uma solução, principalmente porque trocaram o produto (24%) e conseguiram o dinheiro de volta (20%). Entretanto, 28% não conseguiram resolver a situação. 91% acreditam que o desconto anunciado nas lojas era real no momento da compra.

O consumidor deve-se manter atento para evitar endividamentos. De acordo com a pesquisa, quatro em cada 10 consumidores (38%) compraram por impulso na Black Friday 2020, 29% admitem que costumam gastar mais do que podem no evento e 12% ficaram com o nome sujo devido as compras realizadas na edição do ano passado.

Outro dado que merece destaque aponta que 23% dos consumidores que pretendem comprar na Black Friday possuem contas com pagamento atrasado e 8% pretendem deixar de pagar alguma conta para comprar.

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

VENDAS PARA O NATAL 2021 DEVEM VOLTAR AO PATAMAR PRÉ-PANDEMIA

VENDAS PARA O NATAL 2021 DEVEM VOLTAR AO PATAMAR PRÉ-PANDEMIA

VENDAS PARA O NATAL 2021 DEVEM VOLTAR AO PATAMAR PRÉ-PANDEMIA

É o que afirma pesquisa Confederação nacional de dirigentes lojistas(CNDL)

As vendas do comércio para o Natal de 2021 prometem voltar ao patamar de antes do período pandêmico. É o que aponta pesquisa realizada pela Confederação nacional de dirigentes lojistas (CNDL). De acordo com os dados levantados, 77% dos consumidores pretendem comprar presentes no fim do ano. A tendência demonstra uma ampliação em 23 pontos percentuais, quando comparada ao ano passado.

De acordo com os dados da pesquisa, estima-se que 123,7 milhões de pessoas devem ir às compras de presentes em 2021. Em 2019, o percentual era de 77% de consumidores que tinham intenção de ir às compras. Dessa forma, a tendência é que o patamar de consumo volte aos números registrados no período pré-pandemia.

Ainda segundo a pesquisa, em média, os consumidores pretendem comprar quatro ou cinco presentes no Natal, com um gasto médio de R$122,78. Com isto, estima-se uma movimentação econômica de aproximadamente R$ 68,4 bilhões.

Os produtos mais com maiores expectativas de compra para o Natal são as roupas. Segundo o levantamento, 61% dos entrevistados pretendem adquirir itens de vestuário. Os brinquedos vêm em segundo lugar, com 37% de estimativa de compra. Logo em seguida, os perfumes e cosméticos, com 36% de expectativa de aquisição.

Internet

A expectativa de vendas pela internet é outro dado importante apresentado pela pesquisa. Em média, 45% dos presentes serão comprados on-line. Os canais de compra via web mais utilizados devem ser os sites (76%), com destaque para os de lojas varejistas nacionais e em sites internacionais, os aplicativos (72%) e o Instagram (23%). Além das vendas on-line, os principais locais de compra dos presentes serão as lojas de departamento (43%) e o shopping center (40%).

Parcelamento

O parcelamento das compras será a estratégia de 49% dos consumidores. Entre os que pretendem pagar parcelado, o número médio será de 6,3 parcelas. De acordo com o levantamento, 49% pretendem parcelar as compras para ter condições de comprar todos os presentes, 43% afirmam que mesmo tendo condições de pagar à vista, preferem pagar desta forma para garantir sobra de dinheiro no orçamento e 28% para poder comprar presentes melhores.

Levantamento da CNDL
A pesquisa realizada pela CNDL / SPC Brasil em parceria com a Ofter Wise pesquisas entrevistou consumidores das 27 capitais brasileiras, homens e mulheres, de todas as classes econômicas. Os dados foram colhidos pela internet, entre os dias seis e 14 de outubro.  

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

CDL CARIACICA PROMOVE ENCONTRO DO BANDES COM LOJISTAS E EMPRESÁRIOS DO MUNICÍPIO

CDL CARIACICA PROMOVE ENCONTRO DO BANDES COM LOJISTAS E EMPRESÁRIOS DO MUNICÍPIO

 
Na manhã de hoje (10), a CDL Cariacica organizou um importante evento com lojistas e empresários de outros segmentos do município, com o diretor de negócios do BANDES, Marcos Kneip Navarro. 
 
O diretor palestrou sobre o tema “O melhor momento para financiar é agora”, e explicou sobre a criação dos fundos emergenciais do banco, que surgiram em virtude dos impactos da pandemia na economia capixaba, além apresentar as linhas de facilitação de crédito com recursos do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento.
 
Navarro comentou que algumas das atuais linhas de apoio e facilitação de crédito presentemente oferecidas pelo BANDES são inéditas em nível de Brasil, e que muitos de seus benefícios, não encontram parâmetros em outras instituições financeiras.
 
Há linhas de créditos que oferecem valores financiáveis de R$ 31,5 mil até R$ 1 milhão, com taxas de juros Selic, e parcelas de até 72 meses, com 12 meses de carência.
 
Houveram diversas manifestações e muitos motivados.

ATENÇÃO

Os interessados poderão acessar o site www.bandes.com.br/emergencial ou ligar para os números 27-3331-4367 / 27- 99858-0931

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

REUNIÃO SOBRE IMPLANTAÇÃO DO ESTACIONAMENTO ROTATIVO NAS PRINCIPAIS AVENIDAS DE CAMPO GRANDE

REUNIÃO SOBRE IMPLANTAÇÃO DO ESTACIONAMENTO ROTATIVO NAS PRINCIPAIS AVENIDAS DE CAMPO GRANDE

Na manhã de ontem (03/11), reuniram-se no auditório da CDL de Cariacica, representantes da entidade, comerciantes da Av. Expedito Garcia e o Secretário de Defesa Social do Município, Cláudio Victor.

Representando a prefeitura, também estavam presentes o Gerente de Trânsito Jefferson de Amorim e o Coordenador dos Agentes de Trânsito, Nilmar Griggio.

A reunião, organizada pela CDL e pelo comércio, discutiu os detalhes e os próximos passos do projeto. Dentre vários assuntos e propostas de adequações, os comerciantes solicitaram uma visita em loco, na próxima sexta-feira, no período da tarde, em alguns pontos estratégicos da região comercial, de modo a evitar retrabalhos e perda de detalhes importantes do projeto, e que possam vir a impactar a otimização do trânsito e a satisfação dos futuros usuários do estacionamento rotativo.

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

CDL GARANTE CERTIFICADO DIGITAL INTERNACIONAL ONLINE

CDL GARANTE CERTIFICADO DIGITAL INTERNACIONAL ONLINE

Emissão totalmente online!

O Certificado Digital emitido pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Cariacica (CDL Cariacica) agora possui confiabilidade internacional! Isso quer dizer que quem garantir a certificação digital via CDL pode acessar e assinar documentos no Brasil estando em qualquer lugar do mundo!

O Certificado Digital funciona como uma assinatura virtual, podendo ser utilizada em documentos, inclusive em notas fiscais.  Porém, para garantir a confiabilidade é preciso que a assinatura seja respaldada, geralmente por uma instituição. O respaldo dos certificados emitidos pela CDL são seguros e garantem grande confiabilidade, haja vista igualmente ser a entidade uma das mais antigas e sólidas do país em seus ramos de atuação.

Por essas e outras razões, a certificação digital da CDL Cariacica pode ser utilizada por pessoas que estejam fora do país, possibilitando a validação de documentos e acesso a portais que estejam no Brasil.

COMO ADQUIRIR

Para adquirir o certificado digital da CDL não é necessário ser associado. Podem obter pessoas físicas ou jurídicas, de qualquer lugar do mundo, na página da CDL. Contudo, é necessária a habilitação ou a biometria cadastrada no ICP Brasil. O acesso é rápido e sem burocracia.

Informações:

O cadastro certificado pode ser feito totalmente on line pelo link:

https://www.cdlserra.com.br/certificado-digital-ecpf/ 

Telefone:27 98802-5688 ou 3298-3750 / email: certificadodigital@cdlserra.com.br

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

REUNIÃO DA CDL E DO COMÉRCIO COM SECRETÁRIO DE OBRAS DE CARIACICA SOBRE A NOVA PRAÇA PADRE RÔMULO

REUNIÃO DA CDL E DO COMÉRCIO COM SECRETÁRIO DE OBRAS DE CARIACICA SOBRE A NOVA PRAÇA PADRE RÔMULO

Na manhã de hoje (21), reuniram-se no auditório da CDL de Cariacica, representantes da entidade, comerciantes da Expedito Garcia e o secretário de Obras da PMC, Weverton Morais.

No encontro foram tratadas informações e detalhes da obra da nova praça Padre Rômulo, equipamento muito esperado, e que possibilitará grandes e positivas transformações na avenida, com impactos positivos para o trânsito, o paisagismo e para o atrativo e o fluxo de pessoas.

O secretário anunciou que as intervenções para a construção da praça não irão comprometer o funcionamento normal do comércio e do trânsito, e que os impactos serão os menores possíveis. As obras já foram iniciadas.

O secretário colocou-se à disposição de modo a receber todas as sugestões possíveis dos empresários e da CDL Cariacica no quesito de melhorias possíveis ao projeto da praça.

Vale lembrar que o estudo e o projeto inicial da “A AVENIDA QUE QUEREMOS” nasceu de uma iniciativa da CDL Cariacica e dos Comerciantes da Av. Expedito Garcia, onde estava inserido a proposta do novo layout da praça, coordenado pelo renomado arquiteto Tito Carvalho.

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

EXPEDITO GARCIA: A AVENIDA QUE QUEREMOS

EXPEDITO GARCIA: A AVENIDA QUE QUEREMOS

Na manhã de hoje (16), os comerciantes de Campo Grande e da Av. Expedito Garcia, polo comercial considerado o maior shopping a céu aberto do ES, participaram de uma reunião estratégica no auditório da CDL para debaterem o tema: “A Avenida que queremos”, com foco nos Projetos Estruturantes e Governança Local.

Foram discutidos assuntos como a necessidade do estacionamento rotativo, a campanha para o final deste ano e temas para 2022. Uma comissão foi  composta por empreendedores da Avenida para o alinhamento das ações. 

Na apresentação da CDL foi recuperado a memória de diversas pautas e estudos que estabeleceram ações de projetos inteligentes e otimizados para o melhor dinamismo, fluidez e desenvolvimento da avenida e de seu extenso polo comercial. 

A Expedito Garcia, e suas ruas de entorno, concentram mais de 1000 comércios e atividades de serviços, que movimentam inúmeros negócios, empregos e centenas de milhares de pessoas, oriundas da região metropolitana de Vitória e de vários municípios capixabas.

A reunião foi marcada com grandes perspectivas e sintonia de todos os participantes. É a CDL Cariacica cumprindo a sua missão de conexão e desenvolvimento dos setores do comércio lojista da terra do Moxuara.

Ficou agendado para a próxima terça-feira, às 8h, outra reunião com Secretário de Obras da PMC sobre o projeto em execução e outras análises.

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

Comércio cresce 1,2% em julho e atinge patamar recorde, diz IBGE

Comércio cresce 1,2% em julho e atinge patamar recorde, diz IBGE

Trata-se da quarta alta consecutiva do indicador

O volume de vendas do comércio varejista brasileiro cresceu 1,2% em julho deste ano, na comparação com o mês anterior. Essa foi a quarta alta consecutiva do indicador, que atingiu patamar recorde da série histórica da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), iniciada em 2000.

O comércio também teve altas de 5,7% na comparação com julho de 2020; de 1,1% na média móvel trimestral; de 6,6% no acumulado do ano e de 5,9% no acumulado de 12 meses. Os dados foram divulgados hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A receita nominal também apresentou altas: de 2,2% na comparação com junho deste ano; de 1,5% na média móvel trimestral; de 19,7% em relação a julho de 2020; de 18,6% no acumulado do ano e de 15,7% no acumulado de 12 meses.

Setores
A alta de 1,2% no volume de vendas foi puxada por cinco das oito atividades pesquisadas: Outros artigos de uso pessoal e doméstico (19,1%); Tecidos, vestuário e calçados (2,8%); Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (0,6%); Supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,2%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,1%).

Por outro lado, três segmentos tiveram recuo no volume de vendas de junho para julho: Livros, jornais, revistas e papelaria (-5,2%); Móveis e eletrodomésticos (-1,4%) e Combustíveis e lubrificantes (-0,3%).

Varejo ampliado
No varejo ampliado, que também inclui materiais de construção e veículos, a alta de junho para julho foi de 1,1% no volume de vendas. O setor de Veículos, motos, partes e peças subiu 0,2% entre junho e julho, enquanto Material de construção recuou 2,3%.

O varejo ampliado teve altas de 0,7% na média móvel trimestral; de 7,1% na comparação com julho de 2020; de 11,4% no acumulado do ano e de 8,4% no acumulado de 12 meses.

Fonte: Varejo S.A.

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

Nove a cada 10 consumidores confiam mais nas empresas com propósito

Nove a cada 10 consumidores confiam mais nas empresas com propósito

Cerca de 90% dos consumidores confiam mais em uma empresa com propósito, 88% preferem comprar marcas que defendem algo maior do que seus produtos e serviços e 76% dizem perceber quando uma empresa age de forma contrária aos seus valores. Além disso, autenticidade, ética, tratamento aos funcionários e proteção ao meio ambiente são os fatores ligados ao propósito que mais pesam na hora de escolher uma marca.

Essas são algumas das conclusões do recém-lançado PPI Brasil 2021 (Purpose Premium Index), feito pela InPress Porter Novelli em parceria com o Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD). O índice foi criado com o objetivo de dimensionar o valor, o impacto e a percepção do propósito corporativo e seu nível de influência sobre o comportamento das pessoas, para consumir, recomendar ou trabalhar numa empresa.

Baseado em metodologia desenvolvida pela Porter Novelli Internacional já aplicada em outros países, e adaptada à cultura brasileira, o estudo avalia também a reputação das maiores corporações que atuam no País e a dimensão relacionada ao propósito e seus atributos.

“Com base nos resultados do PPI, é possível entender o quanto os brasileiros estão atentos e interessados nos atributos e temas relacionados ao propósito e com que intensidade esta dimensão afeta as atitudes dos públicos e a reputação das empresas. O estudo serve de referência sobre a visão e opinião pública a respeito do tema e é um importante insumo para formulação de estratégias de gestão, posicionamento corporativo, marketing e comunicação das empresas que operam no país”, afirma a CEO da InPress Porter Novelli, Roberta Machado.

Para diretor-executivo do IBPAD, Max Stabile, é fundamental entender todos os fatores que constroem a reputação, em diferentes dimensões. “Em um momento no qual a política está tão presente nas discussões, torna-se cada vez mais importante para marcas e corporações entender a percepção e a relevância do propósito para o seu público. A pesquisa dá ótimas diretrizes para isso.”

Cuidado com comunidades e meio ambiente
Foram realizadas duas rodadas da pesquisa, totalizando quase 4 mil entrevistas. Elas revelam que, dos atributos que compõem o propósito, o cuidado com as comunidades e a preocupação com o meio ambiente aparecem como os dois mais importantes na opinião dos entrevistados.

Entre as gerações, os millenials tendem a valorizar mais a defesa de causas e a solidariedade, enquanto a geração X aprecia mais a contribuição social e o cuidado com as comunidades. As pessoas da classe DE e aquelas que possuem ensino fundamental destacam-se por se importarem mais com a solidariedade e a contribuição social.

As 100 maiores empresas do ranking Valor 1000 (2020) foram apresentadas aos entrevistados, incluindo as específicas de bancos, seguradoras e planos de saúde. Após a aplicação de um filtro de familiaridade, seguiram para a segunda etapa 55 empresas, sobre as quais os entrevistados declararam possuir conhecimento. Esta segunda rodada contou com uma amostra de 2.500 respondentes, representativa do perfil demográfico brasileiro. As duas etapas foram realizadas online nos meses de maio e junho.

Para o grupo das 55 maiores empresas conhecidas pela população em geral, a pesquisa fornece dois principais indicadores (KPIs) – o Reputation Index e o Purpose Index. O primeiro é composto de duas outras dimensões: credibilidade e performance. Já o segundo abrange cinco atributos-chave: contribuição social, solidariedade, defesa de causas, cuidado com as comunidades e cuidado com o meio ambiente. As amostras foram ponderadas para que representassem – da forma mais próxima possível – a população brasileira em termos de gênero, faixa etária, classe e região.

Funcionários, clientes e comunidades
O estudo apontou um nível muito alto de relevância atribuída às ações voltadas ao propósito no contexto da pandemia. Afinal, a crise provocada pela covid-19 elevou as expectativas da população em relação ao papel social das organizações e despertou a consciência das empresas sobre sua contribuição para a sociedade. De acordo com o estudo, oito em cada 10 entrevistados consideram muito importante as empresas darem apoio e cuidado aos funcionários, clientes e comunidades.

O PPI também avalia a importância das outras duas dimensões da reputação corporativa – Credibilidade e Performance, dimensões interdependentes que devem ser analisadas em seu conjunto, a fim de compor um quadro integral de percepção das empresas. Entre credibilidade e performance, a primeira destaca-se por alcançar maior relevância, superando a segunda em 15 pontos percentuais nas menções de “muito importante”. Isso evidencia que, na ótica dos entrevistados, os atributos relacionados ao caráter da organização, como integridade, são mais valorizados do que aqueles mais tangíveis, ligados ao negócio em si, como sucesso financeiro.

É possível verificar que Empresas Com Propósitos (EcP) alcançam maior nível de engajamento dos entrevistados, principalmente quanto à conexão emocional e à disposição em falar bem das empresas. Vale mencionar que o desempenho de propósito e reputação das Top 55 apresenta diferenças por setor da economia, sendo que Veículos & Peças e Alimentos & Bebidas atingiram a melhor pontuação em ambos os índices.

“O estudo revelou ainda uma alta correlação entre propósito e reputação, chegando a 94%”, diz o head de Propósito e Reputação da InPress Porter Novelli, Eraldo Carneiro. “Em outras palavras, quanto mais relevante e percebido é o propósito de uma marca, mais forte é a sua reputação. Empresas que agem e se comunicam de acordo com seu propósito tendem a desfrutar de maior confiança e admiração da sociedade”, conclui ele.

Fonte: Mercado & Consumo

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar

Ordem de serviço da Nova Praça de Campo Grande será assinada nesta sexta-feira (20)

Ordem de serviço da Nova Praça de Campo Grande será assinada nesta sexta-feira (20)

Um importante espaço de convivência para os moradores de Campo Grande vai ganhar cara nova. A praça José Maria, na Expedito Garcia, conhecida como pracinha de Campo Grande, vai receber uma grande reforma e contará com novos equipamentos para o lazer da comunidade. 

O prefeito Euclério Sampaio e o Governador Renato Casagrande estarão na manhã desta sexta-feira (20) em Campo Grande para a assinatura da ordem de serviço da Nova Praça de Campo Grande, que marca o início da revitalização do bairro. O evento acontece às 10 horas.

Conhecida como pracinha de Campo Grande, a Praça José Maria, na avenida Expedito Garcia, vai receber, além da reforma, instalação de academia popular em inox, playground, chafariz, bancos de concreto revestido em granito, pergolados, espaços de convivência, bicicletário e outras melhorias. 

“A praça fica no coração de Expedito Garcia, um dos locais mais movimentados do município. É um presente aos moradores da região, que merecem cada vez mais atenção e cuidado”, comemorou Weverton Moraes, secretário de Obras.

Na terça-feira (10), a Prefeitura de Cariacica divulgou no Diário Oficial o resultado da licitação para execução da reforma e ampliação da praça José Maria. O valor da obra será de R$ 1.949.169,89 e será executada pela MTF Construções e Montagens LTDA. A previsão é que a obra comece em 70 dias. 

O espaço vai contar com academia popular em inox, playground, chafariz, bancos de concretos revestidos em granito, pergolados, espaços de convivência, bicicletário, paisagismo, iluminação, sinalização e, ainda, recapeamento asfáltico no entorno.

Fonte: Prefeitura de Cariacica

Por Lívia Albernaz 

Fotos Divulgação

Compartilhe esta postagem

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin

Mais para explorar

Deseja saber mais sobre nossas soluções

Vamos Conversar